Quem? Onde? Por quê?

[LinkedIn] – [ISTF Profile] – [Currículo Lattes]

Meu nome é Cristian Thiago Moecke, manézinho da Ilha de Santa Catarina. Sou completamente apaixonado pela minha bela esposa, a Katrin. Ciclista, avaiano, e sou um informata 100% livre. Quer saber um pouco mais sobre mim? Continue lendo!

Por que informata?

Fui estudante (bacharel, mestre e pesquisador) em Ciências da Computação. A graduação e mestrado foram na UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina), e passei pouco mais de um ano na Alemanha, no CASED/T.U. Darmstadt continuando meus estudos em um projeto de pesquisa. Minha principal área de interesse é Segurança da Computação, em especial aplicações de criptografia. Fui bolsista no LabSEC/UFSC, em projetos relacionados à ICP-Brasil, na Alemanha explorei a área de Usable Security. Voltei pro Brasil onde hoje sou colaborador numa empresa do ramo de Segurança da Informação, a BRy Tecnologia.

Informata é um termo cunhado nas discussões sobre a regulamentação das profissões da área de informática. Todo profissional desta área se pergunta: “mas afinal, o que eu sou?”. Alguns dizem ser analistas de sistema, outros dizem que fazem programas por dinheiro (o que, convenhamos, não pega bem). O termo informata apareceu numa das propostas de regulamentação da profissão como proposta para designar os profissionais da área. Me pareceu uma “boa” opção, resolvi adotar.

Por que 100% Livre?

Muitos pensam que estou me referindo ao usar este termo ao fato da minha preferência histórica por Software Livre. Mas não é a isso que me refiro, até porque atualmente tenho um MacBook onde rodo Mac OS X. Não tenho problemas com software proprietário, apenas frequentemente dou preferência a software livre quando este atende as necessidades que tenho. Mas então, diria que não sou 100% Livre neste sentido.

Mas então, o que quero dizer com “ser 100% livre”? Sou 100% livre por ter sido liberto por Jesus Cristo. Sou 100% livre para não mais ser levado pela correnteza, hoje posso nadar contra ela. Não estou mais preso a escravidão da maioria: “Se todo mundo pensa assim, também penso assim”, ou “Se todo mundo faz isso, também vou fazer”. Livre para pensar, livre para agir, livre para ser e livre para adorar àquele que me criou.

Há quem veja o cristão como um escravo. Escravo da culpa, do medo do inferno, de leis e regras. Não pode pensar, não pode agir, sem a permissão de Deus, enviada através do “pastor” ou “profeta”. Muitos de fato infelizmente seguem este “cristianismo”. O Deus que conheci, no entando, é o oposto deste que é pregado em muitas igrejas. Ele me liberta da culpa, do medo da punição, das leis e regras. Me convence da minha condição pecadora, mas me oferece sua graça libertadora. Me presenteia com razão e capacidade de fazer dferença, e entendo que quer que eu use ambas para o bem do próximo.

Mas você, Cristian, um cara tão racional, vai me dizer que acredita nessas coisas? Sim! E não acredito que existe razão x fé. Acredito que existe razão + fé. A minha fé não exige que eu abdique da razão. A minha razão não atrapalha minha fé, muito pelo contrário, muito do que já aceitei por fé hoje minha razão acaba concordando.

“Se não podes entender, crê para que entendas. A fé precede, o intelecto segue”
“Creio para compreender, e compreendo para crer melhor”
Agostinho de Hipona

E por fim, Deus é presente em minha vida. Me capacita, me conforta, me cura, me liberta, me conduz, me dá dons. E me faz livre. 100% Livre. E por isso, uso a minha liberdade para adorá-lo e servi-lo.

free(&me)?

Para a interpretação correta do título do blog, considere:

1) free(void *pointer) é uma função na linguagem de programação C que libera um determinado espaço da memória alocado por um programa, liberando-o para uso do sistema operacional (responsável por gerenciar os recursos do sistema).

2) me (inglês) = mim (português). O & é o operador da linguagem C que obtém a referência ao endereço de espaço de memória utilizado por uma variável;

3) João, sobre Jesus: “É necessário que ele cresça e que eu diminua” (João 3.30);

4) Agostinho: “Livra-me do homem mau”, ora o salmista (salmo 140.1). Talvez penses em algum ladrão e, quando oras, ores com a intenção de que Deus te liberte deste ou daquele inimigo teu. Tu mesmo és o homem mau. Quando Deus tiver te libertado do homem mau que tu mesmo és, nada te prejudicará, independente de quem quer que seja esse outro homem mau. Que Deus te liberte de ti!

13 pensamentos sobre “Quem? Onde? Por quê?

  1. Olá Cristian,

    Obrigado pela visita ao blog, achei o seu interessante tambem.

    Respondi ao cometário que fez no meu blog memos para não fugir dos temas e não confundir as coisas, se quiser dê uma passada lá pra ver.

    A propósito vi que você mora emFloripa, eu tambem ! congrego na Floripa Comunidade na Lagoa.

    Abraço

  2. Paulo Sérgio disse:

    Parabéns !
    Fico feliz por encontrar alguém convicto, cheio de Deus e fazendo uso da coragem que ele inspira.

    Deveríamos todos nos desprover das Chaves que na maioria das vezes são utilizadas para criar prisões.

    No entanto, seja por meio destas ou de pessoas que saibam seu real significado que passem a produzir o tão sonhado desejo de liberdade e colaboração.

    Sucesso, Coragem e Perseverança na busca das chaves certas…

    Paulo Sérgio

  3. J.A.M.B.S. disse:

    Congratulações pela iniciativa… Ao que se refere as informações técnicas disponibilizadas em seu sítio.

    Estão bem organizdas e claras para a maioria dos que vêem aqui lê-las.

    Um ponto negativo. Blog tendencioso, como uma boa parte que compõe a maioria em sua religiosidade no Brasil, É inadimissível que o que o Sr. venha a ter como verdade para sí, e a mesma seja a verdade absoluta para as demais pessoas que aqui venha visitar e ler seu conteúdo. Sinto, e muito, por sua não liberdade religiosa, visto pois que Deus é apenas hum e não 03 como permeia a sua fé e a da maioria.

    O Sr. está no mundo, na internet seus cometários religiosos de 100% de liberdade, ferem outras ideologias, visto que no mundo ao qual o seu Blog está sendo visto é composto de uma enorme pluraridade de convicções, e definitivamente se suas manifestações sobre segurança da informação são amancebadas com suas convicções religiosas, elas não irão progredir globalmente, posto que é efemero, menos que chama, maior dos menores enganos.

    No mais… Parabéns pela iniciativa e pela abertura para críticas construtivas.

    ” O maior engano que um homem pode vir a ter é, imaginar que, o que lhe faz bem, também é o ideal e o melhor a seguir, por todos os seus demais semelhantes”. Este foi o maior erro do home ao qual o Sr. segue. pense nisso.

    Obrigado.

    Olá J.A.B.B.S! Obrigado pela crítica sincera.

    Mas em momento algum tive intenção de fazer um blog imparcial sob qualquer aspecto, seja sob ponto de vista religioso, político ou ideológico. Um blog (não apenas o meu ou o de outro scristãos) é um espaço de manifestação da opinião e ponto de vista de uma pessoa, não um veículo de mídia ou comunicação direcionada. Os que aqui visitam, supões-se que interessam em ouvir a minha opinião sobre os assuntos, mas não são obrigados a concordar com ela.

    Portanto, pra mim, não faz o menor sentido as críticas colocadas. Além de serem apenas uma expressão daquilo que acredito, manifestas em um espaço pessoal, não faço em momento algum agressões ou sequer críticas às crenças ou convicções de outras pessoas. Ou queres me dizer que liberdade religiosa é não falar sobre aquilo que acredita? Não posso, é claro, forçar ningué a seguir aquilo que eu sigo. Mas nem falar, nem dar a dica?

    Além disso, devo dizer que participei e participo de vários sites técnicos. Nestes, naturalmente, não misturo as coisas. Mas este é um espaço pessoal, o tema sou “eu” (o dia-a-dia de um informata 100% livre). Natural que eu fale sobre aquilo que penso e acredito. O objetivo do blog não é ser um repositório de informações técnicas, na verdade eu nem esperava receber tantas visitas (mas pelo que percebo a tecnorati está me indexando e muitos visitantes tem vindo em busca de informações de criptografia). O único objetivo dos posts era dar uma noção para amigos e conhecidos que visitam o blog, que me vem falando com empolgação sobre os projetos que estou envolvido e não tem a menro idéia do que eu estou falando.😉

    Mas como o tema do blog é claro (meu dia-a-dia), não tenho qualquer embaraço em misturar estes temas.

    Mesmo não concordando, aprecio e respeito sua sinceridade. Se quiseres, podes questionar inclusive meus posts relacionados à fé. Particularmente, não considero falta de respeito nem mesmo se você questionar ou criticar minha fé, estou aberto também a este tipo de debate.

    Cristian T. Moecke

  4. sinistro disse:

    entrei nesta pagina para outro fim, mas encontrei algo muito bonito alguem se declarando sua fé, em quem, e em que, e para que, tenho é te desejar forças e continuidade na percistecia daquEle que nos libertou das trevas para luz.

  5. Adriano disse:

    Olá!!!

    Vi num fórum vc dando dicas de como invadir um computador. Onde posso ver isso em seu site?? Preciso me prevenir contra isso entendeu?? Preciso conhecer a ação dessa galera para poder me proteger melhor. Fico no aguardo de seu contato.

    Um abraço!!!

    Adriano

    O mais proximo que cheguei de ensinar a invadir foi neste artigo. Onde voce viu eu “ensinando a invadir”?🙂

  6. Hyulle disse:

    Entrei aqui pra conhecer o cara que tem as melhores respostas no ISTF e encontrei alguém que tem algo além de um cérebro maravilhoso… tem coração. Não me lembro de quem é a autoria desta frase mas ela cabe bem aqui:
    “Um cérebro sem coração, ou enferruja ou pode destruir o mundo”.
    Vc é muito inteligente cara, do tipo que nem consigo ter noção de como vc pode entender essas coisas todas de informática e por isso fiquei curiosa e vc é simpático e simples. Adorei!
    Ella😛

    Agradeço os elogios, Hyulle. Mas se algo de bom consegues ver em mim, não é de mim mesmo que isso vem, pode ter certeza. Fico feliz, de qualquer forma, pois sei muito bem quão oposto disso eu seria por mim mesmo… Sem Ele, talvez até saberia alguma coisa de informática, mas esse conhecimento vale aproximadamente nada (ou talvez um pouco menos que isso…).

    Muito verdadeira a frase que você citou. Eu poderia encaixar ali, também, as palavras fé e razão, no lugar de coração e cérebro…

    Por isso, me alegro com teu comentário, é bom ser lembrado de onde eu poderia estar, e onde estou hoje!😉

  7. HELDER SANTOS disse:

    DEUS É GRANDE.
    Fico grato a DEUS por levantar jovens como você nessa dificil missão de propagar o nome de JESUS independente onde estiver com quem estiver. que DEUS O ABENÇOE.

  8. Acessei seu site através do link do ISTF, parabens pela sua ideia e pelo seu Blog. Que Deus de abençoe, fique na paz de cristo

    Eduardo Pereira
    http://www.vivenciaemtecnologia.com

  9. Ruben disse:

    Bacana seu site; e mande ver neste mestrado…
    PS: sempre tem uns caras escrevendo coisas bisonhas né?…
    Paciência, é a Internerdsss…😉

  10. Guilherme disse:

    Prezado,

    Tava navegando no site http://www.istf.com.br e no tópico Tem como rastrearem meu IP?, vi um comentário seu: “Pode obter o IP através de emails que você tenha enviado pra ele, ou qualquer outra comunicação pela internet (MSN por exemplo). Pode rastrear este IP até o seu provedor de internet. A partir daí, só com mandado judicial, que obrigue o provedor a identificar o usuário que estava associado ao IP X na hora Y.”

    E fiquei com uma dúvida: existe a possibilidade de quebra de sigilo do MSN?

    O MSN Messenger usa mensagens via protocolo UDP para comunicação, o que torna tecnicamente impossível a quebra de sigilo, ou estou enganado?

    Abraços.

    • CristianTM disse:

      Guilherme, o protocolo UDP não impede nenhuma quebra de sigilo. Não é função deste protocolo garantir sigilo. Lembro ainda que “descobrir IP” não é exatamente uma quebra de sigilo, apesar de muita gente tratar como tal. IP é endereço, é informação pública.

  11. EvilWrite disse:

    Muito interessante seu blog Cristian, gostaria de poder acompanhar mais assiduamente mais estou com pouco tempo, mais sempre que puder passo aqui pra conferir algumas novidades!

    Abraço e Parabéns pela formação😉

  12. Jacques disse:

    Caro Christian,

    Eu sou formado em Ciencia da Computação, e ao que me parece convencionou-se que quem fez Bel em Ciencia da Computação é computólogo. Assim como quem faz Bel em Ciencias Biologicas é biólogo, etc.
    No meu entender Informata seria para alguem que fez Sistemas de Informação, já que Ciencia da Computação em alguns lugares tambem é chamado de Informática.
    Já ouvi até termos como compudata, computacioneiro, etc…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: